RandomBlog
quarta-feira, fevereiro 23, 2005
 
Aqueles que me conhecem sabem bem da minha tendência pequeno-burguesa, para muitas vezes me entusiasmar com as causas do Bloco. Quem me conhece sabe também que fiquei contente com a votação que este partido obteve.
Contudo durante a noite eleitoral este estado de espírito foi-se alterando, em particular quando Francisco Louçã referiu que em duas semanas o Bloco daria entrada, na Assembleia da República, com uma proposta para um novo referendo sobre a interrupção voluntária da gravidez.
Este é de facto, um problema da sociedade portuguesa que se deve resolver nesta legislatura e entendo que, na linha da intervenção pré-eleições do Padre Loreno, o eleitorado deu um sinal claro sobre o que pensava do assunto. O Bloco, durante a noite eleitoral, veio baralhar as coisas, procurando fazer um aproveitamento político da situação, que em nada beneficia (e até prejudica) quem é obrigado a recorrer à interrupção voluntária da gravidez.
Esta não é uma matéria que possa servir de jogo político e que a meu ver até poderá ser (e após um resultado eleitoral tão clarificador) resolvida na Assembleia.
Ao invés, compreenderia que o BE tivesse na noite eleitoral procurado exercer alguma pressão pública para que se fizesse o referendo à Constituição Europeia. Esta matéria, da qual desconheço a posição do BE em profundidade, prepara-se para passar à margem do debate público, tendo já passado à margem das eleições legislativas.
Se o BE queria levantar uma bandeira, se queria um referendo, falhou o alvo.
A declaração da noite eleitoral prejudicou a batalha para a despenalização da IVG transformando-a numa cena de "politiquice" e ajudou a mascarar a farsa que continua a ser cozinhada sobre a Constituição Europeia.
 
Comments:
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »
 
Publicar um comentário

<< Home
Notícias da Resistência | desde Agosto de 2003 m@il | tiagoms3@yahoo.com.br




  • "(...) porque Cavaco simboliza aquilo que mais náuseas me provoca: a banalização de tudo, o sucesso ranhoso e vazio, o atropelo dos valores e das pessoas, o autoritarismo descabelado, a demagogia, o nacional-carreirismo e os favores, a aldrabice e a cunha, a indiferença, o elogio da pirosice, a ignorância e a escandalosa nulidade cultural, etc, etc..."
    Al berto, "NEM MAIS - jornal do movimento de jovens apoiantes incondicionais de sampaio", 1995




    REDE DE BLOGUES ANTI-CAVACO (em criação...)

  • CAVACO FORA DE BELÉM
  • STOP CAVACO
  • HIPER CAVACO
  • O VOTO É A ARMA DO POVO
    Nome:
    Localização: Lisboa, Portugal
    ARQUIVOS
    08/2003 - 09/2003 / 09/2003 - 10/2003 / 10/2003 - 11/2003 / 11/2003 - 12/2003 / 12/2003 - 01/2004 / 01/2004 - 02/2004 / 02/2004 - 03/2004 / 03/2004 - 04/2004 / 04/2004 - 05/2004 / 05/2004 - 06/2004 / 06/2004 - 07/2004 / 07/2004 - 08/2004 / 08/2004 - 09/2004 / 09/2004 - 10/2004 / 10/2004 - 11/2004 / 11/2004 - 12/2004 / 12/2004 - 01/2005 / 01/2005 - 02/2005 / 02/2005 - 03/2005 / 03/2005 - 04/2005 / 04/2005 - 05/2005 / 05/2005 - 06/2005 / 06/2005 - 07/2005 / 07/2005 - 08/2005 / 08/2005 - 09/2005 / 09/2005 - 10/2005 / 10/2005 - 11/2005 / 11/2005 - 12/2005 /




    Powered by Blogger




  • LINKS
  • ÀS DUAS POR TRÊS
  • BERRA BOI
  • DIAS VAGABUNDOS
  • ENTRE SONHOS
  • LA PIPE
  • SPECTRUM
  • TITAML
  • SOCIOCRACIA
  • LES UNS ET LES AUTRES
  • DESCRÉDITO
  • BOAS INTENÇÕES
  • EM ORBITA
  • FILHO DO 25 DE ABRIL
  • TESSITURAS
  • AQUI QUEM FALA SOU EU