RandomBlog
quinta-feira, abril 28, 2005
 
A homenagem merecida do Pai Saraiva à Associação de Artistas Plásticos de Campo Maior:

AAPCM – vinte anos depois
Saindo de Elvas em direcção a norte, percorridos dúzia e meia de quilómetros pela EN 373, chega-se às portas de Campo Maior. Surge-nos então a imagem de uma terra serena, verdejante, senhorial e viva, paredes-meias com a fronteira espanhola, mas com sete séculos de coração virada para o lado luso. E desde logo sentimo-nos presos ao seu enorme fascínio, que jamais esmorecerá, crescendo sempre em cada visita repetida.
Percorridas mais algumas centenas de metros chega-se ao Jardim, preferencial centro de encontros para as gentes naturais e gentes de fora. É aí onde se inicia o convívio, onde sempre se volta, quando se torna. Sentados no refrescar da sombra de uma esplanada, ou no cavaqueio em tertúlia pelo passeio central, renovam-se e descobrem-se passados e novidades, fortalecem-se e criam-se amizades. E estamos convictos que foi nestas paragens, num qualquer dia menos suarento ou noite mais refrescante, que um grupo de amigos ligados pelas graças do associativismo e gostos nas artes, semeou o que cresceu como AAPCM – Associação de Artes Plásticas de Campo Maior – uma realidade de vinte anos de história.
Foi por certo nesse espírito, no prazer e entusiasmo, que a Associação viveu (e viverá), imbuída na força de vontade de um punhado de criadores de sonhos. Num constante remar contra marés de incompreensão e alheamento, sem obedecer a directrizes oriundas de qualquer poder político, sem notoriedades mediáticas por via da comunicação social, a Associação desponta nos entusiasmos sonhados após 25 de Abril, conseguindo sobreviver a outras organizações gémeas, nascidas na chamada Grande Lisboa (que há muito findaram), com uma entrega total e “feroz carolice” por parte daqueles que formaram as suas sucessivas Direcções.
Sócio nº 34 desde os anos de 1987, é sempre com emoção e ternura que nos reencontramos com os amigos de Campo Maior, por ocasião da abertura de nova mostra de trabalhos, no seio da AAPCM.
E ter o privilégio de deambular em conversas sem rebusquices pseudo-culturais, ouvir e contar histórias sem peias, falar e relembrar ausentes sem maledicências, é também para nós, oriundos de um litoral apinhado, “stressado” e turbulento, um excelente momento de pacificação, alegria e prazer.
Que cada novo ano da AAPCM se viva como se fora na mais bonita e engalanada rua, repleta de grinaldas e enfeites, na mais colorida Festa das Flores.

Abril 2005
Duarte Saraiva
 
Comments:
Very cool design! Useful information. Go on! Rubis skin care products Coupon codes for adipex alaska fly fishing trip Pictures of black womens pussy
 
Publicar um comentário

<< Home
Notícias da Resistência | desde Agosto de 2003 m@il | tiagoms3@yahoo.com.br




  • "(...) porque Cavaco simboliza aquilo que mais náuseas me provoca: a banalização de tudo, o sucesso ranhoso e vazio, o atropelo dos valores e das pessoas, o autoritarismo descabelado, a demagogia, o nacional-carreirismo e os favores, a aldrabice e a cunha, a indiferença, o elogio da pirosice, a ignorância e a escandalosa nulidade cultural, etc, etc..."
    Al berto, "NEM MAIS - jornal do movimento de jovens apoiantes incondicionais de sampaio", 1995




    REDE DE BLOGUES ANTI-CAVACO (em criação...)

  • CAVACO FORA DE BELÉM
  • STOP CAVACO
  • HIPER CAVACO
  • O VOTO É A ARMA DO POVO
    Nome:
    Localização: Lisboa, Portugal
    ARQUIVOS
    08/2003 - 09/2003 / 09/2003 - 10/2003 / 10/2003 - 11/2003 / 11/2003 - 12/2003 / 12/2003 - 01/2004 / 01/2004 - 02/2004 / 02/2004 - 03/2004 / 03/2004 - 04/2004 / 04/2004 - 05/2004 / 05/2004 - 06/2004 / 06/2004 - 07/2004 / 07/2004 - 08/2004 / 08/2004 - 09/2004 / 09/2004 - 10/2004 / 10/2004 - 11/2004 / 11/2004 - 12/2004 / 12/2004 - 01/2005 / 01/2005 - 02/2005 / 02/2005 - 03/2005 / 03/2005 - 04/2005 / 04/2005 - 05/2005 / 05/2005 - 06/2005 / 06/2005 - 07/2005 / 07/2005 - 08/2005 / 08/2005 - 09/2005 / 09/2005 - 10/2005 / 10/2005 - 11/2005 / 11/2005 - 12/2005 /




    Powered by Blogger




  • LINKS
  • ÀS DUAS POR TRÊS
  • BERRA BOI
  • DIAS VAGABUNDOS
  • ENTRE SONHOS
  • LA PIPE
  • SPECTRUM
  • TITAML
  • SOCIOCRACIA
  • LES UNS ET LES AUTRES
  • DESCRÉDITO
  • BOAS INTENÇÕES
  • EM ORBITA
  • FILHO DO 25 DE ABRIL
  • TESSITURAS
  • AQUI QUEM FALA SOU EU